Marcelo Mariano Quinteto faz show com som maduro

Por Carlos Bozzo Junior
Marcelo Mariano, à esquerda, e Peter Ferrell (Foto: Carlos Bozzo Junior)

Segundo o baixista, violonista, produtor, compositor e arranjador Marcelo Brandão de Camargo Mariano, 50, para amadurecer um som é preciso “tocar e botar ele [som] para rodar. Só assim, depois de muito ensaio e muito palco, se interioriza o som para ele amadurecer”.

É esse som “maduro” que o talentoso baixista pretende mostrar no próximo domingo (14), no Sesc Belenzinho, em São Paulo, às 18h, ao lado de músicos supercompetentes.

No quinteto formado por ele (baixo) estão Cuca Teixeira (bateria), Peter Farrell (guitarra e violão), Marcelo Freitas (sax) e Danilo Santana (teclados), além da participação especial do cantor André Mota.

No repertório, temas instrumentais e canções autorais, além de músicas conhecidas que transitam entre o pop, funk, samba, jazz e a bossa nova. Entre elas, “Bossa” e “Recife”, as duas do baixista, mais “Bala com Bala”, de João Bosco, e “Naima”, de John Coltrane (1926-1967). A dissonante balada ganhou uma roupagem nova e muito interessante pelas mãos do baixista brasileiro, com uma batida afro.

O Música em Letras esteve no apartamento de Marcelo Mariano, no bairro do Sumarezinho, em São Paulo, para uma conversa regada a café, abastecida por bolo de cenoura com chocolate e muito som (veja vídeo no final do texto).

Marcelo Mariano, em entrevista ao Música em Letras (Foto: Carlos Bozzo Junior)

MÚSICO EXPERIENTE

Marcelo Mariano gravou, produziu discos e turnês, entre vários nomes, com Ed Motta, Flávio Venturini, Gal Costa, Ivete Sangalo, Jorge Aragão, Leila Pinheiro, Leni Andrade, Lobão, Lenine e Djavan.

Filho da cantora Marisa Gata Mansa (1938-2003) com o pianista, maestro, arranjador e produtor César Camargo Mariano, o músico mostrará com seu quinteto parte do repertório de seu primeiro disco, que está sendo gravado e será lançado ainda este ano.

Uma das faixas já está gravada e traz o violonista carioca Romero Lubambo e a cantora norte-americana Dianne Reeves interpretando “Mista”(gíria da palavra “mister”), música composta por ela e Terri Lyne Carrington.

Outra dupla que participará do disco é a que foi formada para três shows que aconteceram, ano passado, em Minas Gerais, com muito sucesso. A dupla? Ed Motta e César Camargo Mariano. “Ainda não definimos a música que gravaremos, porque testamos várias que deram certo, mas num próximo encontro matamos isso”, falou o baixista que conta com “Ela Disse Sim” e “Dias de Paz”, as duas de Ed Motta, na manga para realizar a escolha.

A manga do baixista parece ser grande, pois acolhe ainda mais dois grandes projetos a serem lançados ainda este ano.

Um deles trará um material inédito deixado por sua mãe para ser veiculado em shows, em um site, em um disco e possivelmente em um livro. “Devo minha vida musical à minha mãe porque foi ela quem me impulsionou para isso. Quero homenageá-la com um projeto que contemple, além de gravações, fotos e escritos deixados por ela”, contou.

Outro projeto de Mariano, batizado de Marcelo Mariano Convida, engloba shows nos quais o músico convidará grandes nomes da MPB para o palco. Entre alguns deles, o artista revelou os de Djavan, Ivete Sangalo e Tatiana Parra, sendo que o da cantora Anitta também está sendo cogitado, mas os detalhes ainda estão em sigilo.

No show de domingo, Mariano aproveita e já homenageia a mãe tocando “Perguntas”, de Joyce, música que, segundo o artista, “traz dúvidas que perseguem a gente durante toda a história da humanidade”.

Eclético, Mariano quer passar essa ideia no show: “Minha música e meu comportamento no palco são ecléticos. Meu som e meu baixo são de acompanhante. Faço uma salada que agrada a todos, se tiver criança na plateia ela vai curtir, e se estiver o vovô, o papai e a mamãe, vão curtir também.”

Assista, a seguir, o vídeo no qual Marcelo Mariano toca acompanhado por Peter Ferrell “Recife”, de autoria do baixista.

SHOW MARCELO MARIANO QUINTETO
ONDE Sesc Belenzinho, r. Padre Adelino, 1000 – Belenzinho, São Paulo – SP, 03303-000, tel. (11) 2076-9700
QUANDO Domingo (14), às 18h
QUANTO De R$ 6 a R$ 20