Prêmio Grão revitaliza MPB

Por Carlos Bozzo Junior
(Fotomontagem: Carlos Bozzo Junior)

Acontece dia 25 de novembro, na sala Olido, no centro de São Paulo, a cerimônia de entrega do 4º Prêmio Grão de Música. Um show gratuito com três dos 15 artistas premiados dessa quarta edição (veja lista no final) faz parte do evento. Estarão se apresentando no evento Estela Ceregatti, cantora e compositora de Cuiabá (MT), Calé Alencar, cantor e compositor, de Fortaleza (CE) e Áurea Martins, cantora do Rio de Janeiro(RJ).

O Música em Letras entrevistou a idealizadora do prêmio, a cantora e compositora paraibana Socorro Lira, 43, que revelou mudanças, para o próximo ano, no processo de seleção do material para participação no prêmio. Nas últimas edições, foi realizada uma chamada nas redes sociais para envio de material. “A partir de 2018, criaremos curadorias regionais. Convidaremos curadores e curadoras que serão os braços do Prêmio Grão de Música (PGM) em todas as regiões do país. Essas pessoas farão uma pré-seleção dos CDs e artistas que se afinam com a proposta da premiação. Depois, faremos a eleição dos 15 premiados e premiadas do ano”, disse a artista.

A cantora e compositora Socorro Lira (Foto: Divulgação)

O PRÊMIO

Anualmente, o prêmio Grão reúne cantores e compositores pouco conhecidos da cena nacional para valorizar e promover o gênero canção em todas as regiões do país. Apenas por realizar essa espécie de mapeamento, em um país com dimensões continentais e de acervo infinito, o prêmio já merece um prêmio. Contudo, ele oferece muito mais do que um registro. Proporciona insumo forte para a MPB, por meio de um olhar dirigido à produção musical brasileira, visto de dentro. Neste ano, artistas de 12 Estados foram contemplados.

Qual é o critério de seleção utilizado? “Avaliamos a obra e a trajetória artística, principalmente. O foco é a canção brasileira, aquilo que se chamava MPB, por isso a letra é muito importante. A música também, claro. Percebemos que é relevante incentivar o pessoal a produzir melhor seus álbuns. Do contrário, ficarão ali onde estão, sem a menor condição de transitar pelos vários circuitos que, mal ou bem, se desenvolvem pelo país. Penso que o Grão pode dar luz a isso e dizer que a sua música é brasileira e pode ser para o país inteiro”, disse Lira.

O resultado pode e deve ser conferido por meio da excelente coletânea, disponibilizada gratuitamente no formato digital pelo site www.premiograodemusica.com.br . “O CD com a coletânea do prêmio Grão de Música não é vendido. É distribuído gratuitamente entre os premiados, premiadas, imprensa, e patrocinador.

Quantos aos três artistas que se apresentam na cerimônia de entrega, Lira descreveu as características e a razão pela qual os três abocanharam o prêmio deste ano. “Procuramos descentralizar e também juntar jovens e veteranos. Estela é uma artista jovem, do Mato Grosso, e traz a sonoridade característica do Centro Oeste; Calé é do Ceará e apresenta uma longa trajetória ligada aos maracatus; enquanto Áurea Martins é uma dama da música brasileira com uma carreira consolidada.”

A cantora Áurea Martins
A cantora Áurea Martins (Foto: Divulgação)

Ouvindo com atenção os artistas desta e de outras edições, fica clara a intenção do prêmio em valorizar e divulgar compositores e intérpretes da música brasileira de diferentes gerações, cuja criação poética e musical contempla características e sotaques locais, regionais e nacionais. O trabalho de seleção toma tempo, além de exigir ouvidos apurados e mentes afiadas. “Levamos em torno de quatro a cinco meses para fechar a lista premiada e, consequentemente, o CD Grão de Música. A cada ano, tudo começa entre fevereiro e março e vai até novembro, quando acontece a cerimônia final”, disse a idealizadora do prêmio que conta com identidade visual (troféu, logotipo e capas do CD e DVD) criada pelo artista Elifas Andreato.

Calé Alencar
O compositor e cantor Calé Alencar (Foto: Divulgação)

Perguntada quantos foram os artista inscritos nesse ano, Lira respondeu: “Não existe uma inscrição. Pedimos aos artistas os CDs. Queremos o registro físico por uma preocupação com a memória. Mas já percebemos que esse modelo não atende totalmente aos critérios de escolha. Por isso, criamos uma metodologia que passa pelas curadorias regionais, um primeiro filtro nos Estados e regiões, feitas por pessoas que consideramos capazes de sugerir, indicar. Torcemos para que outras ações se desdobrem a partir daí.”

Estela Ceregatti
Estela Ceregatti (Foto: Divulgação)

Por que um prêmio dessa relevância, em seu quarto ano de existência, ainda é pouco divulgado pela mídia? “Eu queria saber por quê”, disse rindo a artista, acrescentando sobre as dificuldades de divulgação: “Essa é a parte dura de lidar com essa música que não é meramente um produto comercial”.

A cerimônia de entrega do 4º Prêmio Grão de Música é uma excelente oportunidade para ouvir, ver e conhecer o Brasil por meio de suas poesias, músicas e artistas.

Foto capa do CD com a coletânea das canções do Prêmio Grão (Foto: Carlos Bozzo Junior)

CD – Coletânea GRÃO DE MÚSICA 2017

01. “Flor de Romã”, de Bartholomeu Mendonça, com Wilma Araújo
02. “Não Nasci para o Amor”, de Juliano Holanda e Thiago Emanoel Martins, com Almério
03. “Vasta Ilha”, de Ian Faquini e Mauro Aguiar, com Paula Santoro
04. “Viola Quebrada”, de Mário de Andrade, com Cida Moreira
05. “Cartão Postal”, de Joésia Ramos e Maria Cristina Gama, com Joésia Ramos
06. “Bola no Bola”, de Vidal Assis e Hermínio Belo de Carvalho, com Áurea Martins
07. “Pé de Crioula”, de Ana Paula da Silva e Sérgio Almeida, com Ana Paula da Silva
08. “Negra”, de Calé Alencar, com Calé Alencar
09. “Cunhantã”, de Zeca Torres, Aníbal Beça e Thiago de Mello, com Márcia Siqueira
10. “Milonga Flor”, de Érlon Péricles, com João Triska
11. “Corpo”, de Déa Trancoso, com Déa Trancoso
12. “Açoite da Brisa Monte”, de Jânio Arapiranga, com Jânio Arapiranga
13. “Os Desejos da Mulher”, de Mocinha de Passira, com Mocinha de Passira e Luzivan Matias
14. “Noite de São João”, de Fred Martins e Alberto Caieiro, com Fred Martins
15. “Segundo Quarto”, de Estela Ceregatti, com Estela Ceregatti

CERIMÔNIA DE ENTREGA DO PRÊMIO GRÃO DE MÚSICA 2017

QUANDO Dia 25 de novembro, sábado, às 19h
ONDE Sala Olido. Av. São João, 473, Centro, São Paulo, tel. (11) 3331-8399
QUANTO Gratuito