A EMIA chiou!

Por Carlos Bozzo Junior
Crianças, pais, professores e ex-alunos da EMIA (Escola Municipal de Iniciação Artística) protestaram hoje na frente do MASP (Foto: Carlos Bozzo Junior)
Crianças, pais, professores e ex-alunos da EMIA (Escola Municipal de Iniciação Artística) protestaram hoje na frente do MASP (Foto: Carlos Bozzo Junior)

Hoje (12) pela manhã, pais, alunos, ex-alunos e professores da EMIA (Escola Municipal de Iniciação Artística), munidos de instrumentos musicais, cartazes e vestindo a camiseta da instituição, fizeram uma ciranda na avenida Paulista, em frente ao MASP (Museu de Arte de São Paulo), como forma de protesto às decisões tomadas pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, além de realizarem uma convocação para a ocupação da escola.

Além do início das aulas- marcadas anteriormente para começarem amanhã e transferidas para o dia 6 de março-, ainda não houve a contratação dos professores, e a diretora da instituição, Andréa Fraga, será exonerada.

O Música em Letras tem acompanhado a polêmica da escola, que completa 37 anos de existência e atende 1.200 alunos, com a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (veja post anterior), e registrou em vídeo e fotos parte da movimentação de hoje.

Assista, a seguir, no primeiro vídeo a grande ciranda que ocupou uma das pistas da avenida Paulista. No segundo vídeo, ouça um dos discursos de protesto, que teve suas palavras repetidas pelos participantes.