Últimas semanas para conhecer a música em silêncio de Caribé

Por Carlos Bozzo Junior
Painel da exposição Caribé- As cores do Sagrado (Foto: Carlos Bozzo Junior)
Painel da exposição Caribé- As cores do Sagrado (Foto: Carlos Bozzo Junior)

Termina no próximo dia 28 a exposição “Caribé- As Cores do Sagrado”, que acontece de terça a domingo, das 9h às 19h, na Caixa Cultural São Paulo.

O Música em Letras esteve no local e constatou a eloquência musical expressa em cada uma das 128 aquarelas realizadas por Hector Julio Páride Bernabó, pintor, gravador, desenhista, ilustrador, ceramista, escultor, muralista, pesquisador, cenógrafo, historiador e jornalista argentino, que se naturalizou brasileiro e ficou conhecido como Caribé (1911- 1997).

Além de todos os atributos descritos acima, Caribé foi músico, um músico do silêncio.

 Alabês- Tocadores de atabaques do candomblé”, feita pelo artista com nanquim e aquarela (aguada) sobre papel- 48x66 cm, sem data (Foto: Carlos Bozzo Junior)
Alabês- Tocadores de atabaques do candomblé”, feita pelo artista com nanquim e aquarela (aguada) sobre papel- 48×66 cm, sem data (Foto: Carlos Bozzo Junior)

Veja, a seguir, parte da exposição registrada no vídeo pelo blog e sinta por trás do silêncio de cada quadro a música e os sons implícitos em obras como “Alabês- Tocadores de atabaques do candomblé”, feita com nanquim e aquarela (aguada) sobre papel- 48×66 cm, sem data.

EXPOSIÇÃO Caribé- As Cores do Sagrado

QUANDO Até dia 28 de fevereiro, de terça a domingo, das 9h às 19h

ONDE Caixa Cultural São Paulo, Praça da Sé, 111, tel. (11) 3321-4400, São Paulo

QUANTO Gratuito