Toca Raul, bugiôôô!

Por Carlos Bozzo Junior
Fotomontagem: (Carlos Bozzo Junior)
Fotomontagem: (Carlos Bozzo Junior)

O ano novo chinês, atribuído ao macaco, começa no próximo dia 8 de fevereiro e vai até 27 de janeiro de 2017. Prepare seus ouvidos que o som do bicho vai pegar, e bem alto, nos seus tímpanos.

No mundo dos sons dos animais há várias curiosidades. Entre elas, sabe-se que o mais barulhento deles é o macaco bugio, conhecido também por guariba ou barbado. São macacos do gênero Alouatta, com coloração que vai do preto ao vermelho. Grandes, chegam a ter 70 cm de comprimento e vivem até 20 anos.

Há espécies deles, às pencas, no Parque Estadual da Serra da Cantareira. Seu som pode ser ouvido por mais de 16 km. Se tudo e todos se calassem, poderíamos ouvi-los, facilmente, no centro de São Paulo, que está a aproximadamente 10 km dos limites do parque. O uivo do bicho atinge 128 decibéis. Um trio elétrico, por exemplo, chega facilmente a isso, e pode provocar perda auditiva induzida, temporária ou permanente.

Essa vocalização característica do bugio se dá, na maior parte das vezes, quando um grupo de animais encontra outro. É bem similar ao som de um “Dojão”, aspirado, mexido e muito amplificado. Com esse volume, absurdamente alto, os bichos usam a vocalização para demarcarem seus territórios.

Agora, já pensou na energia desprendida pelos gogós desses primatas? Enquanto isso, nós humanos, poderíamos gritar durante oito anos, sete meses e seis dias, e só teríamos produzido energia para aquecer uma mísera xícara de chá.

Estamos bem longe do bugio. Nem fazendo “screamo” ou “vocal gutural” (dois de alguns tipos de gritos amplamente usados por vocalistas de heavy metal e metalcore), que muito se assemelham ao som emitido pelo bicho. O som produzido pelo bugio se aproxima ao de um cantor que utiliza essas técnicas, nas quais a voz ganha atitude e agressividade para transgredir, sendo gritada. Entretanto, o macaco ganha de longe em volume.

Portanto, prepare seus ouvidos, pois a trilha de 2016 tem o som de seu dono, o macaco, que é do heavy metal. Agora, se você não é simpatizante deste gênero musical, não desanime. Há sempre um paspalho para gritar: “Toca Raul, bugiôôô!”.

Há um vídeo na internet em que o bugio aparece dando uma canja: https://www.youtube.com/watch?v=7r2bgtT6A8E