As mais tocadas no Brasil

Por Carlos Bozzo Junior
(Fotomontagem: Carlos Bozzo Junior)
(Fotomontagem: Carlos Bozzo Junior)

Quer saber quais são as músicas que foram mais executadas no segundo trimestre de 2015?

O Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), que tem como principal objetivo centralizar a arrecadação e distribuição dos direitos autorais de execução pública musical no país, além de divulgar uma lista com essas músicas, inova elencando os artistas que mais receberam valores de direitos autorais pela execução de suas canções entre abril e junho de 2015.

São cinco os segmentos que utilizam o sistema de amostra estatística para distribuição dos valores arrecadados. As metodologias utilizadas possuem certificação do instituto Ibope Inteligência. Os segmentos são: rádios, estabelecimentos com música ao vivo, casas de festas, casas de diversão (boates, drinquerias e pubs), e segmento de sonorização ambiental, que abarca estabelecimentos comerciais como lojas, shoppings e supermercados.

Apenas uma música brasileira, “Nocaute”, de Samuel Deolli e André Vox, cantada pela dupla Jorge e Mateus, figurou entre as 10 mais tocadas no segmento de sonorização ambiental, ficando em sexto lugar no ranking. As músicas estrangeiras dominaram este segmento, encabeçadas por “Happy”, do compositor, produtor, cantor, rapper, baterista e estilista norte-americano (ufa) Pharrell Williams, 42.

A música “Escreve Aí”, do quarteto de compositores Dudu Borges, Bruno Caliman, Luan Santana e Douglas Cezar liderou os rankings de rádios do Sudeste, Sul, Centro Oeste e Nordeste. O primeiro lugar nas emissoras do Norte ficou para “Thinking Out Loud”, de Amy Victoria Wadge e Ed Sheeran.

“Parabéns a Você”, de Lea Magalhães, Mildred Junius Welch Hill e Patty Smith Hill; “Happy”, de Pharrell Williams; e “Show das Poderosas”, de Anitta, foram as campeãs de animação nas casas de festas.

As pistas das casas de diversão tiveram como hits “Porque Homem Não Chora”, de Ronny dos Teclados; “Heigh-ho”, de Frank E. Churchill e Larry Morey; além de “Maus Bocados”, de Gerson Gabriel, Rafael, Bruno Varajão, conquistando seus espaços.

Os brasileiros Djavan, Lulu Santos e Renato Russo (1960-1996) abocanharam as primeiras posições de autores com maior rendimento em estabelecimentos com música ao vivo. Nas três primeiras posições do segmento sonorização ambiental, mais três autores brazucas figuram na lista de artistas com maior rendimento. São eles: Nando Reis, Lulu Santos e Samuel Rosa.

Veja lista completa em http://www.ecad.org.br/pt/noticias/noticias-do-ecad/Paginas/Ecad-divulga-as-m%C3%BAsicas-mais-tocadas-no-Brasil-no-segundo-trimestre-de-2015-.aspx